Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal

Governo monitora ações nas Pastas através de relatórios de inteligência artificial

Programa gera informações das repercussões de atos no GDF

 

O Governo do Distrito Federal, através da Secretaria Executiva de Governança e Compliance, tem trabalhado com inteligência artificial no sentido de direcionar e monitorar a gestão, com vistas à condução e geração de resultados nas políticas públicas, à geração de segurança jurídica para o gestor e à viabilização da prestação de serviços de interesse da sociedade. Trata-se de um importante instrumento de planejamento na gestão da coisa pública, agregando maior efetividade ao ciclo de desenvolvimento de políticas públicas.

 

A ideia visa gerar relatórios diários, por meio de inteligência artificial, para que auxiliem nas políticas públicas e possibilitem ao Governo tomadas de decisões baseadas em evidências. As informações são vistas e monitoradas em tempo real, através de painéis, atualmente localizados na Governadoria, Vice-governadoria, Casa Civil e Conselho Permanente de Políticas Públicas do DF. O GDF pretende pulverizar estes painéis em todas as pastas e customizar a ferramenta conforme as áreas e interesses dos gestores. “O programa visa promover a adoção de medidas e ações de monitoramento no sentido de auxiliar nas tomadas de decisões assertivas para a garantia de um governo firme e sólido” enfatiza o governador Ibaneis Rocha.

 

A Secretaria de Governança e Compliance veio para buscar por soluções tempestivas e inovadoras direcionadas não só ao monitoramento e avaliação das políticas públicas e ações governamentais estratégicas, mas também à geração dos resultados demandados pela sociedade; à modernização da gestão pública; ao aperfeiçoamento da integração entre as diferentes esferas do poder público distrital; e à elevação dos padrões de integridade e conduta ética dos agentes públicos distritais. “Para mitigar a prática de irregularidades e fraudes é necessário mapear processos, instituir área de Compliance, integrar controles internos, desenvolver a cooperação entre órgãos e agentes que atuam na área, estruturar a governança pública, investir em segurança da informação e monitorar relações com partes interessadas”, explica a secretária de Governança e Compliance, Cristiane Nardes.

 

“O Conselho de Governança vem marcar uma nova Era na gestão pública distrital. Além da governança, de instituir sistemas de controle e transparência, temos o Compliance, que também vamos implementar no governo. Isso nada mais é do que agir em alinhamento e adesão conforme valores, princípios e normas que priorizem o interesse público. Os novos tempos chegaram, é necessário reestabelecer a confiança da população na administração pública. Esse é um compromisso deste Governo”, afirma o secretário da Casa Civil, Eumar Novacki.

 

 

Ascom Casa Civil

Foto: Agência Brasília