Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
6/12/18 às 11h32 - Atualizado em 6/12/18 às 11h36

?Trabalho sobre crise hídrica e uso do solo vence prêmio Codeplan

COMPARTILHAR

Os vencedores do 4º Prêmio Codeplan de Trabalhos Técnico-Científicos foram divulgados nesta quarta-feira (5) em solenidade na sede da empresa. Do total de 15 inscritos, foram premiados os três trabalhos mais bem classificados, além do escolhido na categoria Jovem Pesquisador.

 

O presidente da Companhia de Planejamento do Distrito Federal (Codeplan), Lucio Rennó, destacou que a premiação segue a tradição de receber materiais bem elaborados. “Com mais essa edição, fortalecemos o apoio à pesquisa para o crescimento e o desenvolvimento do DF.”

 

A vencedora, arquiteta Ana Paula C. Seraphim, recebeu certificado e R$ 8 mil.  Ela ressalta que a iniciativa motiva os pesquisadores e afirma que seu trabalho pode contribuir para melhorar a questão da urbanização em Brasília.

 

“Identifiquei que o problema da crise hídrica não é só questão climática. Está também relacionado ao uso do solo, que prejudicou a vazão dos aquíferos. Vai demorar 30 anos para recuperar a carga de água que era captada antes.”

 

Sarah Schroeder da Silva, da Universidade Católica, ganhou na categoria Jovem Pesquisador com a monografia do final do curso de economia sobre o mercado imobiliário. A estudante recebeu R$ 4 mil pela apresentação.

 

“É muito interessante incentivar o jovem a investigar. Meu sonho é viver de pesquisa e inovação. Agora o próximo passo é fazer o mestrado”, comemorou.

 

Os trabalhos premiados serão publicados na série Texto para Discussão, da Codeplan, que divulga materiais de caráter acadêmico e científico com análises e informações sobre o desenvolvimento do DF.

 

O prêmio foi criado em 2015 com o objetivo de estimular as pesquisas socioeconômicas, políticas sociais, urbano-ambientais e de outras áreas de estudo, voltadas para Brasília e Região Integrada de Desenvolvimento do DF e Entorno (Ride).

Lista dos vencedores

 

1º lugar:  Ana Paula Albuquerque C. Seraphim
Trabalho: Relações entre as áreas de recarga dos aquíferos e áreas destinadas à urbanização: estudo dos padrões de ocupação do solo da unidade hidrográfica do lago Paranoá.

2º  lugar: Rafael Martins Lisboa
Trabalho: Transporte coletivo na área metropolitana de Brasília: análise da Rede Semiurbana do Entorno (SER) e da proposta de Integração Operacional com o STPC-DF

3º lugar:  Nathália Lima de Araújo Almeida
Trabalho: Externalidades ambientais negativas da ocupação irregular do DF: a experiência de Vicente Pires

Categoria Jovem Pesquisador:  Sarah Schroeder da Silva
Trabalho:  A influência das amenidades no mercado imobiliário do DF

Premiações somam R$ 22 mil

 

As premiações somadas, oferecidas por meio de apoio da Federação das Indústrias do Distrito Federal (Fibra), foram distribuídas da seguinte forma:

 

  • R$ 8 mil para o primeiro colocado
  • R$ 6 mil para o segundo colocado
  • R$ 4 mil para o terceiro colocado
  • R$ 4 mil para o trabalho premiado na categoria Jovem Pesquisador
  • DA AGÊNCIA BRASÍLIA

EDIÇÃO: MARCELA ROCHA

Foto: Pedro Ventura/Agência Brasília.