Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
25/06/21 às 13h55 - Atualizado em 25/06/21 às 13h55

Centros Olímpicos e Paralímpicos com internet sem fio

COMPARTILHAR

AGÊNCIA BRASÍLIA* | EDIÇÃO: MÔNICA PEDROSO

 

Os 12 Centros Olímpicos e Paralímpicos (COPs) estão agora contemplados com tecnologia de rede sem fio de internet. A Secretaria de Esporte e Lazer (SEL) anunciou a novidade durante a cerimônia do programa Esporte nas Ruas, na unidade esportiva do Recanto das Emas. A medida beneficiará diretamente milhares de alunos e profissionais da área administrativa, que informatizarão os processos, como efetivação de novas matrículas e produção de banco de dados.

 

A equipe de tecnologia da SEL; a deputada federal Celina Leão; a secretária Giselle Ferreira e a diretora regional de Atenção Primária à Saúde, Cleonici Ferreira, participaram do programa Esporte nas Ruas, no Recanto das Emas | Foto: Divulgação/SEL

 

O secretário executivo de Políticas do Esporte da SEL, Márcio Rogério Almeida Araújo, destacou a importância da modernização do esporte como forma de facilitar o acesso às práticas esportivas variadas ao maior número de pessoas no Distrito Federal. “Quando chegamos à Secretaria de Esporte, até o protocolo funcionava em papel. Agora, devido ao trabalho da nossa Tecnologia da Informação, no sentido de fazer essa integração, estamos avançando muito. Estão todos de parabéns”.

 

Em novembro do ano passado, 80 computadores foram distribuídos entre todos os COPs, conforme a demanda. E o sistema tecnológico da SEL, agora com acesso à internet sem fio, permite que o corpo técnico dos centros compartilhe informações importantes com a Secretaria. “Primeiro, a entrega do sistema tecnológico e computadores, agora a Secretaria traz o wifi. É o resultado do esforço de toda uma equipe”, completou o subsecretário dos COPs, Ziel Ferreira.

 

A secretária de Esporte e Lazer, Giselle Ferreira, acrescentou que essa é mais uma mudança para deixar os espaços prontos para uso da população. “Estamos arrumando a casa para que, o quanto antes, a comunidade volte a utilizar os COPs em toda a sua plenitude”. Enquanto seguem fechados, conforme o calendário da rede pública do DF, os Centros Olímpicos e Paralímpicos passam constante manutenção para, quando for o momento adequado, reabrir as portas para a população em melhores condições de estrutura e tecnologia.

 

*Com informações da Secretaria de Esporte e Lazer