Governo do Distrito Federal
Maria da Penha ONLINE Governo do Distrito Federal
18/01/24 às 9h49 - Atualizado em 18/01/24 às 10h12

DF ganha Dia de Combate ao Tráfico de Animais Silvestres

O calendário oficial de eventos do Distrito Federal conta, agora, com o Dia de Combate ao Tráfico de Animais Silvestres, 29 de setembro. A Lei nº 7.401, que institui a data, foi publicada no Diário Oficial do Distrito Federal (DODF) desta terça (16). É de autoria do deputado distrital Daniel Donizet.

 

Para o biólogo, gerente de fauna silvestre em exercício do Instituto Brasília Ambiental, Thiago Silvestre, a instituição deste dia é de grande importância. “Ela joga luz sobre um assunto altamente relevante para a conscientização da população com relação a este problema que afeta diversas espécies da fauna nativa todos os anos. Estima-se que quatro em cada cinco animais silvestres vítimas do tráfico morrem durante o transporte ou dentro de um ano após a captura”, informa.

O gerente ressalta que o DF é uma das principais rotas do tráfico de animais silvestres do país. “Esses animais são capturados em determinadas localidades do país e viajam em condições deploráveis até chegarem aos grandes centros urbanos em que estes animais viram pets. Somente no ano de 2022 foram apreendidos 62,7 mil animais silvestres no país.”

 

Thiago Silvestre destaca que um grande desafio para quem trabalha na área ambiental é viabilizar meios de comunicação eficazes que atinjam todos os estratos da sociedade, demonstrando quais as consequências do tráfico de animais silvestres para a biodiversidade. “Esse tráfico pode vir a causar a extinção de centenas de espécies, caso os números de apreensões anuais continuem tão alarmantes”, destaca.

A nova lei estipula que, por ocasião do Dia de Combate ao Tráfico de Animais Silvestres, o poder público organizará palestras e debates e distribuirá material informativo sobre o assunto à população.

 

*Com informações do Instituto Brasília Ambiental