Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
26/09/17 às 15h44 - Atualizado em 29/10/18 às 17h19

Estratégia Saúde da Família cobre 100% do Trecho 1 do Sol Nascente

COMPARTILHAR

Cinco equipes — quatro na UBS 10 e uma na UBS 6 — atendem população do setor habitacional em Ceilândia estimada em 19 mil moradores

DA AGÊNCIA BRASÍLIA, COM INFORMAÇÕES DA SECRETARIA DE SAÚDE
Considerado uma área de vulnerabilidade social e econômica, o Trecho 1 do Setor Habitacional Sol Nascente, em Ceilândia, atingiu 100% de cobertura da Estratégia Saúde da Família (ESF).

Assim, pela primeira vez, os 19 mil moradores da localidade contam com cinco equipes que atuam para promover a saúde e prevenir doenças. Além disso, atendem com agenda aberta, ou seja, sem marcação prévia.

De acordo com a Secretaria de Saúde, cada equipe assiste aproximadamente 3.750 pessoas. Uma das equipes é lotada na UBS 6 de Ceilândia, e as outras quatro ficam na UBS 10, que dispõe de mais cinco para atender moradores das QNN 1/2, 2/4, 3, 17/19, 20 e Feira do Produtor, em Ceilândia Norte.

A gerente da UBS 10, Tatiana Gomes, conta que são feitos atendimentos agendados na unidade, mas pacientes também podem ser recebidos sem marcação de consulta. “Temos uma proporção de 50% para cada uma dessas modalidades. Em média, cada equipe faz 30 atendimentos por dia”, calcula.

“Podemos atender casos de pediatria, geriatria, ginecologia e resolvemos até 80% dos problemas de saúde. Caso o paciente precise de algum atendimento mais especializado, também fazemos o encaminhamento”, complementa o médico Álvaro Gil Ponce, da mesma unidade básica de saúde de Tatiana.

Na Região Oeste — composta por Brazlândia e Ceilândia, o que inclui o Sol Nascente —, a cobertura é de 49,62%. São 22 UBS — 15 em Ceilândia e 7 em Brazlândia. Há 58 equipes de ESF para atender Ceilândia e mais 12 para Brazlândia. Segundo a Saúde, existe a intenção de ampliar essas quantidades para 87 e 15, respectivamente, totalizando 102.

Até o fim do ano, mais quatro UBS deverão ser inauguradas, uma delas na Chapadinha, em Brazlândia. As demais, em Ceilândia: Expansão do Setor O, na QNP 16/20, e outra no Trecho 1 do Sol Nascente. Esta última abrigará as quatro equipes que hoje estão na UBS 10 e uma da UBS 6.