Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
20/03/21 às 11h04 - Atualizado em 20/03/21 às 11h09

Medidas Restritivas continuam até o próximo dia 28

COMPARTILHAR

Aline Felix / Casa Civil

 

Chefe da Casa Civil, Gustavo Rocha | Foto: José Martins – Ascom/Sejus

 

 

O Chefe da Casa Civil Gustavo Rocha anunciou nesta sexta-feira, 19, às medidas adotadas pelo governador Ibaneis Rocha, que optou por prorrogar por mais uma semana as medidas restritivas para reduzir o avanço do novo Coronavírus. O Decreto número 41.913, publicado em Edição Extra, ainda nesta sexta-feira, traz a determinação sobre o fechamento das atividades não essenciais e o toque de recolher da população entre as 22h e 5h da manhã. Lembrando que o decreto teria fim na segunda-feira, 22 e foi prorrogado até o próximo dia 28.

 

Gustavo Rocha, na coletiva de imprensa, esclareceu que o governador deve liberar o comércio a partir de 29 de março, algumas atividades, seguindo as normas do novo decreto com o horário geral de funcionamento do comércio que será das 11h às 20h. Entretanto, para evitar as aglomerações e a circulação de pessoas, o decreto traz exceções.

 

O secretário da Casa Civil ressaltou “se as pessoas continuarem não seguindo as regras, haverá um aumento das taxas de transmissibilidade e, com isso, o governador que decidiu que na próxima segunda, haveria uma certa flexibilização, vai voltar atrás nesta decisão, ” disse.

 

“Se as pessoas continuarem não observando as regras, haverá um aumento dessas taxas e a consequência vai ser que o governador que decidiu que na próxima segunda, haveria uma certa flexibilização, vai voltar atrás nesta decisão, ” Gustavo Rocha, Chefe da Casa Civil.

 

Jovens

O secretário da Casa Civil Gustavo Rocha voltou a alertar para o aumento do número de jovens infectados e internados em Unidades de Terapia Intensiva. Casos entre cidadãos na faixa etária de zero a 19 anos e de 20 a 29 anos representam atualmente 52% das ocorrências. “Essas pessoas que antes não tinham sintomas hoje estão tendo, e graves”, alertou. O número de internados em UTIs menores de 24 anos subiu de um em janeiro para 29 até a tarde desta sexta-feira, 19.

 

 

Secretário de Saúde, Osnei Okumoto; Chefe da Casa Civil, Gustavo Rocha e o Secretário da DF Legal, Cristiano Mangueira | Foto: José Martins Ascom/ Sejus

Leia também...