Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
20/01/21 às 12h36 - Atualizado em 20/01/21 às 13h40

Primeira idosa no Distrito Federal recebe a vacina

COMPARTILHAR

AGÊNCIA BRASÍLIA * | EDIÇÃO: CHICO NETO

 

Glória Neri foi a primeira entre os 121 idosos do Lar dos Velhinhos a receber a dose da vacina | Fotos: Breno Esaki/Agência Saúde

 

“Eu estou feliz da vida porque sou a primeira pessoa [idosa] do DF a ser vacinada, em nome de Jesus”. Essas foram as palavras de Glória Neri, de 76 anos, a primeira idosa a receber a vacina contra a Covid-19 no Distrito Federal. Ela vive no Lar dos Velhinhos Maria Madalena, no Núcleo Bandeirante. Juntamente com Glória, outros 121 idosos e 91 cuidadores que vivem e atuam na unidade foram vacinados na tarde desta terça-feira (19).

Aplicadas por profissionais da Atenção Primária da Região de Saúde Centro-Sul, as vacinas levaram alívio e esperança para todos os moradores do local. Afinal, eles estão isolados há meses, muitos sem visitas de familiares. “Me sinto feliz em colaborar com a saúde pública do Brasil em prol da saúde de todos os meus conterrâneos”, declarou Gracy Oliveira, 91 anos, que também vive no Lar dos Velhinhos e foi a segunda a receber a dose da CoronaVac. “Falo conterrâneos porque eu sou do Amazonas, e eles estão no pico, então eu me sinto feliz de colaborar, de alguma forma, para a melhoria do nosso país, e do mundo inteiro”.

 

Gracy Oliveira: “Me sinto feliz em colaborar com a saúde pública do Brasil”

 

A titular da Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes), Mayara Noronha Rocha, acompanhou a ação no Lar dos Velhinhos Maria Madalena, onde há 92 idosos conveniados da pasta – a instituição também abriga 30 idosos pelo sistema particular . “Um potinho tão pequeno e tão cheio de esperança”, destacou “Neste dia, nesta casa, neste lar, temos a oportunidade de traduzir a palavra esperança para esses idosos que tanto aguardaram por este dia. Isso mostra o compromisso de todo o governo do Distrito Federal com o grupo de risco, em especial com os mais vulneráveis”.

“Nesse dia, nessa casa, nesse lar, temos a oportunidade de traduzir a palavra esperança para esses idosos. Isso mostra o compromisso de todo o governo do Distrito Federal com o grupo de risco, em especial com os mais vulneráveis”Mayara Noronha Rocha, secretária de Desenvolvimento Social

 

A secretária de Justiça e Cidadania, Marcela Passamani, também compareceu à unidade. “Desde o início da pandemia, nosso olhar tem sido bem atento para os idosos do DF”, declarou. “Nós lançamos o programa Sua Vida Vale Muito para atender as demandas e necessidades dessa população que é mais vulnerável, principalmente nesse período em que vivemos. Acompanhar de perto a vacinação dos idosos que estão nas instituições de longa permanência é muito gratificante, traz esperança, até sanidade para pessoas que estão em isolamento há muito tempo”.

“Acompanhar de perto a vacinação dos idosos que estão nas instituições de longa permanência é muito gratificante, traz até sanidade para pessoas que estão isolamento há muito tempo”Marcela Passamani, secretária de Justiça e Cidadania

 

Vacinação no DF

A campanha de vacinação contra a Covid-19 começou no DF pelo Hospital Regional da Asa Norte (Hran), referência no tratamento de Covid-19. O público-alvo da primeira fase é formado pelos profissionais de saúde que estão na linha de frente no combate à pandemia. São médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem, fisioterapeutas que atuam nas UTIs, profissionais administrativos que fazem a ficha de atendimento dos pacientes, vigilantes, profissionais de limpeza que trabalham em hospitais e UBSs, servidores do Samu, bombeiros que atendem no pré-hospitalar, profissionais da Atenção Primária que recebem pacientes com sintomas respiratórios, idosos acima de 60 anos e deficientes que vivem em instituições de acolhimento ou asilos e seus cuidadores, além da população indígena.

A imunização para os demais integrantes dos públicos-alvo previstos no Plano Operacional de Vacinação Contra a Covid-19 no DF começará assim que a Secretaria de Saúde (SES) receber mais doses da vacina. A pasta divulgará a informação em tempo hábil.

 

 

Com informações da SES