Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
27/06/19 às 12h11 - Atualizado em 27/06/19 às 12h11

Reunião entre GDF e CGU discute ensino de cidadania e ética na rede pública

COMPARTILHAR

Representantes da Casa Civil e Secretaria de Educação conhecem programa que leva conhecimentos de cidadania e ética através da ludicidade para alunos do ensino fundamental

 

 

A difusão dos conhecimentos relacionados à ética e cidadania foi o tema da reunião entre o Governo do Distrito Federal e a Controladoria-Geral da União, que aconteceu nesta terça-feira (25).

 

O encontro reuniu representantes da secretaria executiva de Governança e Compliance da Casa Civil e da secretaria de Educação (SEE), que conheceram o programa “Um por Todos e Todos por Um”, da CGU em parceria com o Instituto Maurício de Souza.

 

Criado em 2008 o programa é destinado aos alunos do ensino fundamental I da rede pública e privada, e tem caráter artístico-pedagógico. “Envolve a participação de educadores, das famílias e da comunidade como um todo, tendo a escola como núcleo principal do desenvolvimento das ações”, conta Claudia Taya, secretária de Transparência e Prevenção da Corrupção da CGU.

 

De forma lúdica, os personagens da Turma da Mônica ensinam os conceitos de ética, cidadania e estimulam os pequenos a se envolverem com as questões sociais, proporcionando uma formação crítica para que se tornem cidadãos honestos, dignos e atentos. “É através da educação sobre ética e cidadania nas escolas que vamos construir um País mais integro. Nada melhor do que a Turma da Mônica para ensinar nossas crianças”, diz Mariana Montenegro, subsecretária de Compliance da Casa Civil.

 

A ideia é estabelecer uma parceria entre o GDF e CGU, através da secretaria de Educação, para que o programa faça parte da grade de todas as escolas públicas à partir de 2020. A subsecretária de Educação Inclusiva e Integral da SEE, Vera Barros, elogiou o material e destacou a importância da abordagem inclusiva, sugerindo a disponibilização desses materiais para estudantes cegos e surdos.

 

Impresso e digital

 

A parceria firmada entre CGU e Ministério da Educação (MEC), em 2018, permitirá a universalização do programa nas escolas públicas de todo país, por meio da produção de materiais – revistas em quadrinhos, tiras e filmes animados – alinhados aos objetivos gerais e específicos da Base Nacional Comum Curricular (BNCC) do Ensino Fundamental.

 

O material, além de impresso, também será disponibilizado em formato digital para ser usado online ou offline (onde não há acesso à internet), e pode ser acessado via tablet, celular ou computador.

 

Para capacitar os professores nos temas propostos, é oferecido um curso gratuito à distância através da Escola Nacional de Administração Pública (Enap).